"My parents came to Sintra, Portugal, 20 years ago from Zhejiang Province, China. They wanted to immigrate to Germany for better job opportunities, but it was difficult to get a passport and visa there. They were considered illegal and had to leave. However, it was much easier to get citizenship in Portugal, so they came here, and I was born here, a Luso-Asian. Portuguese was actually my first language. People would assume by my looks that I spoke Mandarin, but I didn't learn that until later. My parents actually sent me back to China to live with my grandma for two years to learn my native tongue. I now speak Portuguese, Mandarin, and English. I go to an international school in Lisbon, now, and I'm planning on pursuing a degree in International Business with a focus on Economics. I would love to study in the U.K. This will help me have more job opportunities, just like how my parents moved to Portugal for more job prospects. Getting a U.K diploma also allows me to go back and work in China with a partnership that the countries have with each other. So I will have the chance to go back to my home country if I choose. Portugal will always be my home. It was my country of birth, my first language, but being a student of economics, and knowing the economy is so poor here, I know I will have to leave. But maybe one day my studies will help me impact it for the better."

___

“Os meus pais vieram para Sintra, Portugal , à 20 anos atrás da província Xhejiang, china. Eles queriam emigrar para a Alemanha para terem melhores oportunidades de trabalho, mas era difícil conseguir um passaporte e o visa. Eles foram considerados emigrantes ilegais e tiveram que abandonar o país. Contudo foi muito mais fácil conseguir cidadania em Portugal, por isso eles vieram para cá e eu nasci aqui, um luso-asiático. O Português foi na realidade a minha primeira língua. As pessoasassumiam pela minha aparência que eu falava mandarim, mas essa só aprendi mais tarde. Mais tarde os meus pais mandaram me para a China para viver com a minha avó por dois anos para a falar a minha língua nativa. Eu agora falo português, mandarim e inglês. Eu ando numa escola internacional em Lisboa, e agora, estou a planear seguir curso em negócios internacionais com foco em economia. Eu adorava estudar no reino unido. Isso vai ajudar me a ter mais oportunidades de trabalho tal como quando os meus pais mudaram para portugal para ter mais prospectivas de trabalho. Conseguir um diploma no reino unido também me vai permitir voltar para a china e trabalhar numa parceria que os países tem um com o outro. por isso eu tenho a oportunidade de voltar para o meu pais se optar por fazê-lo. Portugal será sempre a minha casa. Foi onde eu nasci a minha primeira língua, mas sendo estudante de economia e saber que a economia deste pais é pobre eu sei que vou ter de ir embora. Mas talvez um dia os meus estudos me ajudem a criar um impacto diferente, para melhor.”

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly