"My dad left us to go to Lisbon, Portugal, when I was 13. Job opportunities were better in Portugal. In Brazil there was economic hardships. He was a manager at a food factory there, but it closed, so he moved to Portugal willing to do anything to make money for his family. He ended up getting a job delivering newspapers which started every morning at 3 am. We came to Portugal a year later, once we sold enough personal assets to afford the travel. This wasn't so hard, though, because we didn't have the means to bring everything with us. We were content to start over in Lisbon. This caused my parents lots of grief though with all of the stress. My mother started dating another man online. I caught her on my computer. I knew, but my father didn't. I told my mom if she wanted to have sexual conversations with other men, to at least clear the chat history on the computer. Eventually my parents got divorced when it all came out on the table. The chat guy didn't work out either for my mom. But she eventually met another man who is now my step father. She is pregnant, and having a baby, my new sister named Bruna. Sometimes bad things happen, but they work out for the best. Many Portuguese people are pessimistic, but I try to see life with my glass half full. Without this situation I wouldn't have a new baby sister. People are allowed to make mistakes. We all make mistakes. But this doesn't mean that people are bad. You just have to find the good in them."

___

"Meu pai nos deixou para ir para Lisboa, Portugal, quando eu tinha 13 anos. As oportunidades de emprego eram melhores em Portugal. No Brasil tivemos dificuldades económicas. Ele era gerente numa fábrica de comida lá, mas foi a falência, então ele mudou-se para Portugal disposto a fazer qualquer coisa que desse sustento à sua família. Ele acabou por arranjar um trabalho distribuindo jornais, começando às 3 da manhã. Viemos para Portugal um ano mais tarde, depois de conseguirmos vender todos os nossos bens pessoais e conseguirmos pagar a viagem. Não foi difícil, já que não tínhamos possibilidade de trazer tudo connosco. Estávamos prontos para começar tudo novamente em Lisboa. Isso causou aos meus pais muitas dificuldades e muito stress. Minha mãe começou a encontrar-se com homens online. Eu apanhei-a no meu computador. Eu sabia, meu pai não. Eu disse para minha mãe que se ela quisesse ter conversas sexuais com um outro homem, que pelo menos limpasse o histórico do computador. Ela eventualmente conheceu outro homem que agora é meu padrasto. Ela está grávida e terá brevemente o bebé, minha irmã Bruna. Às vezes coisas más acontecem, mas resolvem-se para melhor. Muitos Portugueses são pessimistas, mas eu tento ver a vida como um copo meio cheio. Sem esta situação eu não teria uma nova irmãzinha. Pessoas podem cometer erros. Todos cometemos erros. Mas isto não quer dizer que as pessoas são más. Nós só temos que procurar o bem nelas."

 

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly